Terça-feira, 19 de Agosto de 2008

Beijing 2008: Medalhas e desculpas

 

Com os Jogos a mais de meio, vem o Presidente do Comité Olímpico Português "pedir" mais brio, profissionalismo e contenção nas palavras aos atletas portugueses. Isto, a propósito de declarações e desculpas esfarrapadas de alguns dos nossos representantes após terem falhado os objectivos propostos ou defraudado as expectativas criadas.

Acordou agora o COP porque algumas intervenções prestadas junto dos media já raiavam o escândalo. Só peca por tardia.

Já há doze anos nos Jogos de Atlanta 96, quando Paulo Guerra desistiu na prova de 10 mil metros no Atletismo dizendo que " ... não era parvo para andar às voltinhas na pista..." que o COP devia ter tomado uma posição. Há quatro anos, em Atenas 2004, após uma qualificação fulgurante, assistimos à hecatombe da equipa olímpica de futebol, só com derrotas. E pior que isso, a atitude displicente com que a nossa selecção encarou cada adversária. Parecia que os meninos eram intocáveis. Na altura, o COP também não teve uma palavra sobre o facto.

Este ano, foi o chorrilho de desculpas dos judocas eliminados culminando com a história da "caminha" do lançador de peso, que pode ser muito simpático, mas em última análise, mesmo com mínimos e direito próprio de lá estarem, quem lhes paga somos nós.

Por tudo isto, custa muito ouvir Obikwelo pedir humildemente desculpas por ter desiludido o Povo Português e não ter rentabilizado com uma medalha o dinheiro investido nele, quando, apesar da prata de há quatro anos, nem era suposto ser medalhável este ano dada a qualidade da concorrência.

Custa muito ver o ar de choro de Vanessa Fernandes no pódio, quando devíamos ver alegria e orgulho pelo 2º lugar alcançado. Não é razoável nem justo carregar sobre os ombros a obrigação de fazer tudo o que os outros não foram capazes de fazer. Mais do que o desconforto de participar sem colegas na prova, terá sido, quanto a mim, a grande pressão para que não falhasse o lugar cimeiro.

Os Jogos continuam. Não foram esgotadas ainda as participações portuguesas. Mais do que medalhas, devíamos aspirar a participações dignas, nas vitórias e nas derrotas.


publicado por rodamarante às 12:40
link do post | favorito
Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.


.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Janeiro 2011

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30
31


.posts recentes

. Amizade

. Feliz Ano Novo

. "Assalto"

. ACADÉMICA em 2º lugar!!!!

. Morreu JOSÉ TORRES. Viva ...

. O primeiro dia

. " França: Vaticano compar...

. Buracos e buraquinhos

. Portugal no seu melhor!

. Depois das Férias, o Regr...

.arquivos

. Janeiro 2011

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Abril 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

.tags

. todas as tags

.links

.arquivos

. Janeiro 2011

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Abril 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008