Terça-feira, 26 de Agosto de 2008

Pedra na Lua

Antes da partida para os Jogos de Beijing, Nelson Évora comparava a sua preparação a sucessivas tentativas de atirar pedras para a Lua, até que, um dia, uma das pedras cai mesmo na Lua.

A imagem era poética, mas muito bela. Já festejámos a queda da pedra na Lua. Foi a vitória da vontade, da humildade, do trabalho e, acima de tudo, do conhecimento consciente, do sentido da realidade, da capacidade de saber sonhar com os pés bem assentes na terra (desculpem, neste caso, esta aparente contradição...).

Num meio onde é ténue a fronteira entre bestial e besta, Nelson Évora deu o exemplo do Atleta Olímpico na sua mais pura acepção. Coubertin não desdenharia entregar-lhe a Medalha de Ouro.

 


publicado por rodamarante às 13:15
link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Janeiro 2011

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30
31


.posts recentes

. Amizade

. Feliz Ano Novo

. "Assalto"

. ACADÉMICA em 2º lugar!!!!

. Morreu JOSÉ TORRES. Viva ...

. O primeiro dia

. " França: Vaticano compar...

. Buracos e buraquinhos

. Portugal no seu melhor!

. Depois das Férias, o Regr...

.arquivos

. Janeiro 2011

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Abril 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

.tags

. todas as tags

.links

.arquivos

. Janeiro 2011

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Abril 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

.contador