Sábado, 14 de Junho de 2008

Todos nós somos Pessoa

Autor: Júlio Pomar

 

EPITÁFIO

 

Sonhaste ser um dia cavaleiro

De um só destino ardente, desidério

Da alma lusíada, derradeiro

Pregão a anunciar o quinto império.

 

Cavalgaste no éter: teu segredo

Ousado soou, clareando a bruma

E os teus heróis ficaram sós com o medo

Que o mar nos vem comprar pagando em espuma.

 

Já Pessoa não és que a tua musa

Feneceu no mar afogada em sal

E nova gesta inventou n'alma ferida.

 

Desembainha agora à esperança lusa

E faz surgir um novo Portugal,

Pelas fronteiras de uma Europa unida.

 

Poema de Henrique Leal, lido pelo autor no Programa "Discurso Directo" (Rádio Clube do Entroncamento), em 13-6-1988, no 1º Centenário do nascimento de Fernando Pessoa.


publicado por rodamarante às 11:21
link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Janeiro 2011

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30
31


.posts recentes

. Amizade

. Feliz Ano Novo

. "Assalto"

. ACADÉMICA em 2º lugar!!!!

. Morreu JOSÉ TORRES. Viva ...

. O primeiro dia

. " França: Vaticano compar...

. Buracos e buraquinhos

. Portugal no seu melhor!

. Depois das Férias, o Regr...

.arquivos

. Janeiro 2011

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Abril 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

.tags

. todas as tags

.links

.arquivos

. Janeiro 2011

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Abril 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

.contador