Domingo, 8 de Junho de 2008

Foi você que disse 2013?

"Em 2013 teremos em Portugal uma escola verdadeiramente inclusiva." A afirmação foi proferida pelo secretário de Estado da Educação, Valter Lemos, e desencadeou uma onda de risos na plateia, maioritariamente constituída por professores, que ontem assistiam a um encontro internacional sobre educação especial, em Lisboa. Na sala estavam 1700 especialistas, professores e técnicos portugueses e estrangeiros desta área.

Já depois de terminada a sua intervenção, Valter Lemos disse perceber "perfeitamente a reacção dos professores". Este foi, para o secretário de Estado, um sinal de incredulidade "normal, num país que se habituou a não ser consistente nas opções que faz". "O País habituou-se a não perseguir, de forma consistente, aquilo que são os seus objectivos", criticou Valter Lemos.. (in DN online, 8 de Junho de 2008)

-----------------------------------------------

O senhor secretário de estado esqueceu-se que estava a falar, não para um qualquer grupo de professores, mas para Professores de Educação Especial, com formação especializada na sua área (que não é a do senhor secretário de estado), que sofrem directamente na pele a reforma referida. E quando riem das suas palavras, nem é uma questão de incredulidade. Os Professores já estão tão vacinados com esta equipa que "rir é o melhor remédio". Como ter paciência e esperar, também. A arrogância, a sobranceria, os atestados de menoridade com que hoje somos brindados não são eternos. Muito depois desta equipa desaparecer (espero que, em breve...) os Professores continuarão a existir. Daqui a muitos anos, ninguém se lembrará da sinistra Maria de Lurdes Rodrigues, nem de nenhum dos seus jagunços, mas, bons ou maus, haverá sempre um Professor(a) X ou Y a povoar o imaginário de cada um de nós.

Se não há mal que dure sempre, algo de bom há-de acontecer, nem que seja para o ano nas eleições. Eu lembro-me que antes do 25 de Abril, no escuro das salas de cinema, quando da projecção dos documentários que normalmente antecediam os filmes, sempre que aparecia o presidente Américo Tomás (a cortar uma fita...) também havia sempre uma onda de risos na plateia... Tenhamos fé.


publicado por rodamarante às 11:03
link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Janeiro 2011

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30
31


.posts recentes

. Amizade

. Feliz Ano Novo

. "Assalto"

. ACADÉMICA em 2º lugar!!!!

. Morreu JOSÉ TORRES. Viva ...

. O primeiro dia

. " França: Vaticano compar...

. Buracos e buraquinhos

. Portugal no seu melhor!

. Depois das Férias, o Regr...

.arquivos

. Janeiro 2011

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Abril 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

.tags

. todas as tags

.links

.arquivos

. Janeiro 2011

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Abril 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

.contador